6d05899957bca0e5a66ccc5b03956eac

Jean Pierre Jeunet é um diretor de cinema frances, responsável pro filmes como O Fabuloso Destino de Amelie Poulain e O Ladrão de Sonhos. Em seus filmes podemos notar algumas características, como um ar nostálgico, a fotografia saturada e cheia de cores e o zelo pelas trilhas sonoras.

Mas e daí, o que tem a ver Ödland com Jeunet além da nacionalidade?

The Caterpillar, EP de estréia desta cantora, sou-o como Jeneut. Mais do que remeter as trilhas de Yann Tiersen (responsável pela trilha de Amelie Poulain), as músicas de Ödland trouxeram as cores de Jeneut. Era como se todas as cores que eu via de repente saturassem. Mas a viagem fica completa com a inserção de inúmeros efeitos como caixas de música e outros brinquedos velhos (em Les Yeux de L’oiseau e Sur Les Murs de ma Chambre), que remeteram de maneira veemente a O Ladrão de Sonhos.

aer018_odland-the_caterpillar-cover_small

De modo geral o EP pode soar estranho, pois ao mesmo tempo em que tem algo sombrio e introspectivo, possui inocência e alegria.

The Caterpillar

Les Yeux de l’Oiseau (esse tá no vimeo)

Ödland, Les Yeux de l’Oiseau from Lorenzo Papace on Vimeo.

Boas Enjambradas!

Anúncios