You are currently browsing the tag archive for the ‘MÚSICA’ tag.

Mais uma pro #cartazalbum.

Agora o líder do ODD FUTURE (q a gente já conhece) Tyler, The Creator e seu segundo disco Globins.

O máximo q achei do disco foi um preview, mas dá pra sacar qualé que é

quem quiser imprimir, pega aqui

Aqui o já conhecido clip de Yonkers

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=XSbZidsgMfw%5D

Boas Enjambradas!

Um monte de coisa esta acontecendo neste exato momento no mundo da música, isso é fato. Mas é fato também que nenhuma delas tem a relevância de The Vaccines e de Odd Future Wolf Gang Kill Them All (ou ODD FUTURE ou OFWGKTA).

Bom de The Vaccines que lê isso aqui já conhece o hype e o resto.

Mas ainda não falei do Odd Future, de certo porque os aguardado lançamento de Globin do seu lider Tyler The Creator não saiu ainda.

Mas agora não faltam motivos pra falar deles. Os caras acabaram de liberar toda a discografia da banda e de seus integrantes no site e anunciaram a criação de uma Record Label

O que eles têm de tão especial? Olha essa apresentação no Jimmy Fallon e me diz:

Essa mistura de elementos de rap com atitude punk, toques de ocultismo, magia negra, bruxaria e música eletrônica. Tá bom assim?

Aqui o já clássico clip de Yonkers do lider do ODD FUTURE Tyler, The Creator

Muita atenção nesses caras. Boas Enjambradas

Aqui tanto faz qual o hormônio, o que interessa é onde eles são encontrados.

Sim! Nas mulheres e este é o tema deste post.

Tudo fica mais gracioso, mais belo quando feito por mãos femininas.

Aqui vai uma lista de provas que tudo fica melhor nas mãos das mulheres (bendito o fruto, kakaka).

Ellie Goulding e sua versão de Heartbeats de José Gonzalez

Katy Perry e Electric Feel do MGMT (adoro essa versão)

A lindíssima Natasha Khan do Bat For Lashes mandando um cover de Kings Of Leon

Sessão cover de Fleet Foxes:
Oh Land mandando White Winter Hymnal

E as piás do First Aid Kit com Tiger Mountain Peasant Song

Uma das últimas que achei e me deixou bem feliz Taylor Swift cover White Blank Page do Mumford And Sons

Uma das minha preferidas desse 2011 Dum Dum Girls tocando There Is A Light That Never Goes Out do The Smiths ❤

Adele (a cara de 2011) com Lovesong do The Cure

Tem um carinha na banda mas a fofura da mina compensa Pomplamoose com o clássico Mrs. Robinson de Simon and Garfunkel

E a fofa mor do dia Alexa Narvaez com seu pai Jorge tocando Edward Sharpe & Magnectic Zeroes

Boas enjambradas!

Quarto cartaz da série, primeiro de um disco de 2011.

E não poderia começar melhor, com o aclamado Let England Shake, da PJ Harvey, (que levou um 10 da NME)

pra imprimir

aqui dá pra curtir alguma coisa do álbum.

Aqui o clip de Glorious Land, um da série de vídeos lançados pro álbum

Boas Enjambradas! Espero que tenham curtido o cartazinho

Parece que de um tempo pra cá uma praga se assolou sobre os clips de bandas indies, as dancinhas, ou coreografias. Mas não é tão “praga” se usado com parcimônia.

Que seja, ontem quando assisti o clip do Two Door Cinema Club pra What You Know na MTV, comecei a fazer uma lista de cabeça de clips com dancinhas e pensei isso dá um post e tá aqui!

Um apanhado de clips nacionais, gringos, novidades, velharias, belos dançarinos, péssimos dançarinos (né Thom York). Este é um “pequeno” Manual de Dancinhas Indie (se alguém tiver mais sugestões larga nos comentário que compilo pra uma segunda edição), algo como o que se deve ou não fazer em festinhas “alternativas” e ganhar fama de hipster, viado e sei lá uais adjetivos possam surgir, mas o que interessa é o divertimento.

Curtam os clips e saiam dançando e sendo chamados de loucos (no mínimo).

Pizzicato 5 – Twiggy Twiggy

Cat Power – Cross Bones Style

Feist – 1234

Two Door Cinema Club – What You Know

The XX – Islands

Band of Horses – Dilly

Diamond Rings – Wait And See

SHE & HIM – Don’t Look Back

Radiohead – Lotus Flower

Mombojó – Papapa

Thiago Pethit – Nightwalker

Móveis Coloniais De Acaju – O Tempo

Boas Enjambradas

Começo assim, parafraseando Rogério Skylab, mais uma história comum sobre um dia normal, um dia chuvoso e normal. Onde os pássaros dançam o New Beat em ritmados pulos e bater de asas, as nuvens pegam seus pares para o baile, o ônibus desfila pelo asfalto já colorido de sol, água e gasolina, a chuva pinga cadenciada acompanhando o baixo de Divina. E mais uma vez Underneath The Pine esta rodando no meu player.

A cena da manhã desta quinta-feira, onde pássaros bicavam o chão por migalhas e em pulos dançavam, numa sincronia quase perfeita a segunda faixa do belíssimo novo disco de Toro Y Moi, New Beat. Essa inspiradora coincidência revela o quão mágico é este disco. Cada acorde, cada referência, cada vocalização de Chaz, reforça que estamos diante de um disco diferenciado.

Underneath The Pine é a estréia de um grande e promissor projeto…

Agora pula o hipsternerd lá no fundo e grita:

“esse é o segundo disco do Toro Y Moi, blá blá blá”.

Ok! Mas Underneath… é tão incrível, que deixa muito pra trás uma das “pedras fundamentais” da chillwave, o Cause Of This, o primeiro disco do Toro. Visto que menos de um ano depois do estardalhaço causado pelas bases eletrônicas de Cause Of This, e todo o hype subseqüente. Chaz zera tudo e faz um disco praticamente analógico, com músicos de verdade (já conhecido da sua antiga banda The Heist and the Accomplice ) e com referências das mais diversas, que vão do psicodelia ao indie do The Whitest Boy Alive, rolando até um que de Soul Motown.

Pra exemplificar o que é esse disco pegamos Still Sound, com uma linha de baixo e uns barulhinhos que lembram muito The Whitest Boy Alive, mas também rola um swing muito Motown. Lógico que o disco não se resume a “swingueira” de Still Sound, a próxima faixa, Good Hold é uma psicodelia sem tamanho, e acredite te faz viajar mesmo, lá pelo final da música, sei lá de que maneira, rola um efeito que deixa o ouvinte surdo (se alguém souber o nome disso me conta).

Underneath The Pine é isso. Uma colagem de referências que resultam no possível melhor álbum de 2011. Lógico que concorrentes não faltam, mas com certeza esse disco figurará em 10 de 10 listas de final de ano.

New Beat

Still Sound

Boas Enjambradas!

Foi bom pra você?

Esta frase é a mais temível de todas as sentenças, especialmente pela resposta do que pela pergunta. E geralmente é acenada com respostas positivas, por mais que, sei lá, em 70% das vezes seja falsa (mulherada fala sério).

Ilustrada classicamente, acompanhada de cigarro e lençóis, o “foi bom” diz respeito a muito mais do que a transa, carrega consigo todo o processo, preliminares e conquista.

Sendo assim, The Vaccines foi bom pra você? Um bom bocado dos leitores já devem ter escutado o “What did you expect…” já sabem do hype e da papagaiada toda de comparação com The Strokes. Estas foram as expectativas sobre o The Vaccines, e aí foi bom?

Você pode falar que não viu nada de novo no disco todo, que são muito pretensiosos, que utilizam referências fortes demais, quase “plagiativas”, de The Beatles, The Strokes, The Ramones e outros tantos The

Mas amigo, nestes supostos problemas se escondem os grandes ganhos e trunfos de What Did You Expect To The Vaccines. A falta de “inovação” é um ponto forte pra cara***, Young e seus vacininhas conseguem um disco rock nos moldes clássicos, como a muito tempo não se via. Exagero? Pode até ser, mas as melodias já são velhas conhecidas de muita gente, eu mesmo mostrei as semelhanças entre Blow It Up e I Should Have Known Better dos Beatles. Noogard tem vibe “ramônica” que só.

E no estado que está a música atualmente, é louvável uma banda indie que consegue montar um disco com 11 faixas, das quais 10 tocariam tranqüilamente em qualquer rádio, sendo que 4 figurariam entre as preferidas daquela rádio FM “pop” que você reclama, mas escuta.

Wreckin, Bar (Ra, Ra, Ra)

Post Break-Up Sex

If You Wanna

Então? Foi bom pra você? Boas Enjambradas!

(Não vou prometer mais posts, pois das vezes que prometi, não cumpri)

Olha eu aqui de novo.

Cartazalbum da vez Freelance Whales.

Bom como de praxe essa é uma bela banda q lançou um belo disco em 2010.

Primeira banda gringa a surgir nos cartazalbum.

Em suma é uma daquelas bandas indie-folk-fofa.

Quem usa Twitter deve se lembrar da músiquinha do video demonstração da mudança de layout. É Generator 1st Floor (aqui ela numa apresentação na Amoeba)

Pra continuar essa aqui é Generator 2nd floor

Escuta o disco completo aqui

Aqui em 300 pra imprimir

Abraços boas enjambradas!

Aqui esta o primeiro cartaz do Cartazalbum.

Sim como é o primeiro cabe algumas explicaçõezinhas. O resumo da missa é o seguinte:

Estes cartazes são livrimente inspirados em álbuns q escutei, ou que estou escutando.

Estipulei uma única regrinha básica: o cartaz tem q ser produzido durante a execução do álbum. Por exemplo, se o álbum tem 45 minutos, tenho 45 minutos pra fazer a parada e assim vai.

Sempre vou colocar uma versão light no post e o link da versão pra impressão caso alguém queira ok!

Pois bem eis o primeiro:

Esse cartazinho foi inspirado em Do Seu Amor Primeiro é Você Quem Precisa, álbum solo do batera da Pata de Elefante, Gustavo Telles no seu projeto Gustavo Telles & Os Escolhidos.

Pra quem quer curtir o álbum, tá disponível aqui

Um videozinho

E o cartaz pra imprimir

Sendo assim, Boas Enjambradas

Alguns, ou melhor, muitos animais correm risco de extinção, isso se da por uma série de motivos, como caças predatórias, desmatamento e uma série de intempéries climáticas, muitas naturais outras tantas causadas pelo homem. Porém, outras tantas espécies são raras simplesmente por serem raras, as tartarugas de Galápagos, os ornitorrincos e os “Darwin Deez” !

Imagine leitor uma girafa.

Agora misture com um Coker Spainel, ou com um Poodle.

Taí o Darwin Deez, mas seus atributos fiscos são o que menos interessa para nós, o que vale são os trinta e poucos minutos de seu álbum de estréia, com hits empolgantes como Radar Detector e emocionantes como Deep Sea Divers.

A simplicidade de suas canções e a doçura de sua voz são cativantes e soa honestamente Pop. Definitivamente Darwin Deez é Pop como poucos e provavelmente vai figurar alguns Hits por ai.

Radar Detector

Up In The Clouds

Boas Enjambradas! Desculpa a demora!

enjambradas

Categorias

follow

RSS enjambrafeed

  • Cartazalbum #10 The Beatles – Strawberry Fields Forever
    Bom esse não é um disco, mas uma música do Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, de vocês já sabem quem. Boas Enjambradas!
  • Lista – 50 álbuns de 2011
    Listas, listas, listas. Ai está a minha. Fiquem a vontade pra criticar, xingar ou o que der vontade de fazer. Mas esta é a minha opinião sobre o ano de 2011, com um mix de discos nacionais e gringo. Lógico que uma lista de 50 nem chega perto de dar conta do ano, mas é […]
  • Cartazalbum #9 Passo Torto – Passo Torto
    Cartaz com cara de mau, inspirado no disco Passo Torto A grande dúvida Passo Torto é um disco de samba? Romulo Fróes, Kiko Dinucci, Marcelo Cabral e Rodrigo Campos desconstroem o gênero, dão uma de antropófagos do samba. Pra quem interessar o disco pode ser baixado aqui http://passotorto.com.br/site/ Boas Enjambradas!
  • Cartazalbum #8 J Mascis – Several Shades of Why
    Cartazinho inspirado na fofura de disco do J Mascis, o Several Shades Of Why Pra quem não sabe ele é vocalista duma das seminais bandas de noise rock americano Dinosaur Jr Aqui um amostra do som, fofo folk, nada similar ao noise pegado de outrora Boas Enjambradas!
  • INVERNO ATEMPORAL
    Muitas vezes confundo, o frio deste ano com o frio de outrora. Mas afinal, estes ares não são os mesmos? Não, o frio desse 2011 me remete diretamente ao inverno de 2008. Os ventos que lá sopraram ganham viço neste inverno que se mostra belo e gélido, neste ano que surge surpreendente. Enquanto tento me […]
  • 30 Discos do Primeiro Semestre de 2011
    Eis a primeira lista de discos do Enjambra. Resumi em 30 discos o que foi esse primeiro semestre de 2011 para mim. Tentei englobar discos nacionais e gringos, discos badalados e desconhecidos. Logicamente deixei muita coisa boa de fora, mas isso faz parte, inclusive esse foi um dos motivos de demorar pra sair esta lista. […]
  • Cartazalbum #7 The Tallest Man On Earth – Wild Hunt
    Cartaz novinho, mas álbum nem tanto, The Tallest Man On Earth no #cartazalbum #7 Esse cara é mais uma das figuras mais bacanas de uma das cenas de música mais bacanas do mundo. Sim, ele é suéco. Pega ele em alta resolução aqui Tentei passar uma vibe bem rústica, acompanhando o folkzinho bem pegado q […]
  • Angel’s Riot (Wu Lyf – Go Tell Fire To The Mountain)
    Anjos, os responsáveis pelo meio de campo entre Deus e os Homens. De acordo com algumas correntes, dotados de consciência e personalidade própria. Portanto aptos à tomarem decisões, como por exemplo se rebelar. Se de acordo com a igreja Lúcifer fez isso, e foi banido do Céu, acho que o carinha não gosta muito de […]
  • Com Quantos Paus Se Faz Uma Banda De Rock (Bass Drum Of Death – GB City)
    Já disse o velho dito: Com quantos paus se faz uma canoa? Com quantos paus se faz uma banda de rock então? Todo mundo já deve ter visto o vídeo da Banda Mais Bonita Da Cidade e aquela enormidade de gente, ou o Móveis com 8 integrantes. Mas a história do rock trouxe exemplos diversos […]
  • Olha que bonito!
    Saca o B Fachada? O Pessoal da Mbari gravadora do cara avisou q tem trabalho novo e tá aqui. B Fachada – Deus, Pátria e Familia Boas Enjambradas!